Sábado, 30 de Setembro de 2006
MUDANÇA DE E-MAIL
Um problema qualquer levou a que perdesse o acesso ao e-mail, pelo que criei um novo.

Peço a quem tenha escrito no mês de Setembro que o volte a fazer.


publicado por João Carvalho Fernandes às 18:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 29 de Setembro de 2006
Five journalists charged under controversial article on Turkish identity
Via: Reporters Sans FrontièresReporters Without Borders today reiterated its condemnation of article 301 of the Turkish criminal code, which makes it a crime to insult state institutions and national identity, after it was used to prosecute two more journalists in a trial that began on 22 September in Batman, a southeastern city with a mainly Kurdish population.Reporter Mehmet Sah Ayaz of the Batman Ekspress local weekly and his brother Murat Ayaz, the newspaper’s owner, are accused of “insulting the state” in an article last February that criticised the government’s economic policies and condemned Batman’s disadvantaged situation.The reporter rejected the charge. “All I did was inform the public using my right to criticise,” he said. His lawyer, Sadik Bulbul, insisted that the article contained no insult. The next hearing has been set for 24 November.Recalling a recent comment by Prime Minister Recep Tayyip Erdogan suggesting that article 301 could be amended, Reporters Without Borders said: “We remind the Turkish authorities that this article is incompatible with European legislation.”Article 301 is also being used to bring a new prosecution against Hrant Dink, a journalist of Armenian origin, who already received a six-month suspended sentence for “insulting Turkish identity.” He is to be tried for comments he made in an interview for Reuters about the massacre of Armenians during the First World War.He told Reuters: “Of course it was a genocide. A people that lived on these lands for 4,000 years disappeared.” Arat Dink, the owner of a newspaper that reprinted the interview, the Turco-Armenian weekly Agos, and the newspaper’s owner, Serkis Seropyan, have also been charged under 301.The article has been in effect for more than a year and in that time it has been used to bring charges against some 40 journalists, writers, human rights activists and unionists.

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 14:00
link do post | comentar | favorito

OK KO - DOCE
doce.jpgok ok ok kook ok ok koohhhh que queridodizes que me amasentão prova-meohhhh que queridodizes que me abanasentão mexe-te, mexe-mepõe-me koohhhh que queridodizes que me levasentão leva-meohhhh que queridodizes que me apanhasentão mexe-te, mexe-mepõe-me kook põe-me kook se fores capazok põe-me kose souberes como se fazmas se não, então, deixa-me em pazok ok ok kook ok ok koohhhh que queridodizes que me pões a perder o juízoohhhh que queridodizes que me queresentão faz por issoreboliçopõe-me kook põe-me kook se fores capazok põe-me kose souberes como se faz mas se não, então, deixa-me em paz

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

SE TU VIESSES VER-ME HOJE À TARDINHA - FLORBELA ESPANCA
Se tu viesses ver-me hoje à tardinha,A essa hora dos mágicos cansaços,Quando a noite de manso se avizinha,E me prendesses toda nos teus barcos...Quando me lembra: esse sabor que tinhaA tua boca... o eco dos teus passos...O teu riso de fonte... os teus abraços...Os teus beijos... a tua mão na minha...Se tu viesses quando, linda e louca,Traça as linhas dulcíssimas dum beijoE é de seda vermelha e canta e riE é como um cravo ao sol a minha boca...Quando os olhos se me cerram de desejo...E os meus braços se estendem para ti...Florbela Espanca

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 09:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006
O BURACO - INSTITUIÇÃO NACIONAL...
Ultimamente habituámo-nos à presença na sociedade portuguesa de buracos.Antigamente só se ouvia falar dos buracos negros no Universo.buraco1.jpgHavia também buracos naturais, com causas geológicas.BURACO3.jpgDepois começaram a aparecer os buracos nas ruas. Uns por obras como as do metro, outros por má manutenção das vias das nossas cidades.buraco2.jpgMais recentemente, com Guterres e Pina Moura surgiu a cratera orçamental, que os governos que se sucederam têm mantido do mesmo tamanho, ou aumentado...Na Câmara de Lisboa, "inventou-se" o buraco engolidor de autocarros.autocarro_buraco_campolide2.jpgTendo ganho o gosto, a mesma Câmara promoveu o buraco do Túnel do Marquês de Pombal.tunel_do_marques5_Obras.jpgHá algum tempo, falou-se do buraco do Saddam Hussein...buraco_saddam.jpgDepois começou-se a dizer que o Durão Barroso tinha fugido e deixado um grande buraco. Mas ninguém imaginava que fosse tão grande!Logo de seguida, apareceram dois buracos na mesma semana, mas de repente, deixou-se de falar de ambos!santana_figueira.jpgUm na Câmara da Figueira da Foz, quando Santana Lopes era presidente, com despesas não autorizadas e outras tropelias e outro (de milhões de euros!), numa das maiores empresas portuguesas. E consta que parte desse dinheiro terá servido para financiar uma campanha autárquica, de um dos maiores partidos! A ser verdade, é duplamente grave, quer pelo alegado "desvio" de verbas, quer pelo financiamento ilegal a um partido político. Mas tudo isto acabou rapidamente abafado, quer por mérito de quem o fez, quer por entretanto, com a queda do governo anterior ter ficado a descoberto um buraco cada vez maior nas contas públicas...E assim, lá vamos andando, de buraco em buraco...Até à queda final?ADENDA:E ia-me esquecendo de um importante buraco - o do Túnel do Rossio; este é duplo, para além do túnel propriamente dito, temos o buraco financeiro, com sucessivas derrapagens dos custos. E ainda mais um pormenor: este buraco tem algo em comum com um dos anteriores....TunelRossio.jpg

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 16:00
link do post | comentar | favorito

FLORES
FLOR11.jpg

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 09:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006
ESTRADA POEIRENTA
Um blog que descobri recentemente e que vale bem a pena.ESTRADA POEIRENTATrata-se de um blog individual, com cerca de um ano e tem por lema “As palavras e as imagens ao sabor da espuma dos dias”. Política, sociedade, literatura, poesia e música são alguns dos temas abordados. Uma amostra:O Pacto Histórico. É assim que chamam ao acordo entre PS e PSD sobre a reforma da Justiça. Não sei porquê. Histórica foi a inacção e a incompetência com que os dois principais partidos trataram a justiça este tempo todo. Histórica tem sido a falta de iniciativa da magistratura para forçar uma verdadeira mudança. A reflexão tem sido feita no sentido errado. Não é importante a quantidade de processos que se despacham mas sim a qualidade de decisões que se proferem e, em última análise, perceber se a mão da justiça chegou a todos. O que tem vindo a lume ultimamente não é muito dignificante. E a agitação que vem do sector nos últimos tempos tem passado mais pela defesa de trincheiras e benefícios corporativos, que pouco têm a ver com Justiça.Há razões para o cidadão esperar a curto/médio prazo, melhor justiça e para todos? Duvido. Mas uma coisa é garantida. Vai por certo passar a ser mais cara.posted by António Oliveira

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 19:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 26 de Setembro de 2006
«Si Fidel Castro muere, mi vida está en peligro»
Via La Nueva CubaPAYA CONFIESA NO ABRIGAR ESPERANZA ALGUNA QUE LA MUERTE DE FIDEL CASTRO TRAIGA UN CAMBIOMercedes GallegoEnviada EspecialLa Habana Madrid EspañaABCInfosearch:José F. SánchezJefe de BuróCuba Dept. de InvestigacionesLa Nueva CubaSeptiembre 26, 2006oswaldopaya2.jpgEl cartel que han pintado en su calle lo deja claro: «En una plaza sitiada, la disidencia es traición». Y por si había alguna duda de a quién se refiere, en una esquina dice: «San Ignacio de Loyola». No es una cita del santo, sino una alusión al vecino más polémico de la calle, Oswaldo Payá, de 54 años, fundador del Movimiento Cristiano de Liberación, dos veces nominado al Premio Nobel de la Paz, y una de las principales figuras de la oposición interna en Cuba. Sus vecinos le vigilan y le acosan con los llamados «actos de repudio», y la Seguridad del Estado tiene un coche permanentemente aparcado en la esquina de su casa, desde el que se toma nota de cada visitante. Ahora la consigna entre lo que Payá llama los cuerpos de represión del estado es que no vivirá para intentar ningún cambio en Cuba a la muerte de Fidel Castro, porque el día que muera el líder cubano fusilarán a todos los presos políticos y líderes de la disidencia. -¿Tiene alguna esperanza de que la enfermedad de Fidel Castro traiga algún cambio?-No, nuestra esperanza nunca ha estado ni en su muerte ni en su enfermedad, sino en un despertar de los ciudadanos cubanos, una pérdida del miedo, una liberación que no significa odio, ni violencia, sino liberarse de la mentira y de tantos condicionamientos como impone la cultura del miedo. -Después de 47 años parece bastante claro que mientras Fidel Castro esté al frente del gobierno no van a conseguir esos derechos que piden.-Parece bastante claro que ni Fidel Castro ni los que aspiran a mantener este orden tienen la intención de abrir las puertas hacia el derecho. Para mí eso significa que sigue siendo un desafío para el pueblo de Cuba conquistar esos derechos. Nuestro movimiento surge como un movimiento de inspiración cristiana no confesional en clave de liberación del odio y del miedo, pero también en clave de reconciliación, porque éste es un régimen que fragmenta, que hace que la gente se vigile y desconfíe el uno del otro, y que impone un estilo de vida en que conseguir el pan de cada día significa, para la mayoría, salirse a veces de la ley. Aquí casi todo es prohibido, menos lo que es tolerado. -¿Alguna posibilidad de que eso cambie con Raúl Castro?-No ponemos nuestra esperanza en eso. Lo que tampoco tiene posibilidad es la aspiración de que después de casi cinco décadas con este orden sin derechos, el pueblo de Cuba quiera y acepte seguir viviendo así. -¿Cómo se puede cambiar eso?-Después de que el régimen aplastase el Proyecto Varela en la primavera negra de 2003, con el encarcelamiento de 75 de sus integrantes, y las visitas y amenazas a las decenas de miles que se atrevieron a poner sus firmas en él, redactamos el programa «Todos cubanos» con las miles de opiniones que recogimos. En él se visualizan cambios pacíficos en clave de reconciliación, con un proceso de institucionalización del derecho de un gobierno provisional, pero también de apertura a los derechos económicos, manteniendo la educación gratuita, la salud pública gratuita y otros beneficios sociales. Se puede ver más del programa en www.oswaldopaya.org o en www.mclpaya.org. No es una entelequia, sino el fruto de un proceso de participación ciudadana, y es en esa liberación , en ese espíritu de perdón, donde también decimos que no hay que quitar la casa a nadie, que nadie vendrá de Miami a despojar a nadie de su propiedad, ni tampoco habrá un salto al capitalismo salvaje de privatizaciones. Todo en el mundo son sentencias, como si hubiera que ir de un extremo a otro. No dejan de preguntarnos si se puede dar aquí un modelo chino. ¿Por qué no hablan de un cambio a la española? -¿Hay alguna posibilidad de que se pueda llegar a eso con este régimen, sea Fidel o Raúl Castro?-No, con este régimen, no. Yo hablo del cambio y del fin de este régimen, pero que no significa liquidar todo lo que existe en Cuba, porque hay cosas que son buenas, y mucho menos liquidar personas, sino de un proceso de reconciliación y participación. Según lo que expresan ahora los jerarcas del régimen, no tienen ninguna intención. Hablan con arrogancia e inclusive han establecido como una doctrina entre los cuerpos represivos el que antes de que el régimen caiga hay que liquidarnos, a nosotros y a los presos. Es decir, hay una amenaza de muerte. -Como católico, ¿reza usted por la salud de Fidel Castro?-No, no voy a hablar con mojigaterías ni hipocresías. Como católico rezo para que Dios conduzca esta etapa. No tengo odio contra él (Fidel Castro), y como ser humano no le deseo ningún mal. No le deseo la muerte, no sé qué será mejor para el pueblo de Cuba, por eso no me sentiría mal si se restablece, porque en definitiva no creo que en su muerte vaya asociada la libertad y los cambios que Cuba necesita. Que Dios decida lo que es mejor para nuestro pueblo.-Si Fidel Castro muere mañana, ¿temería por su vida?-Mi vida está en peligro desde el momento en que hay estas amenazas. Guardias que se acercan a los prisioneros políticos y les dicen: «Si Fidel se muere te vamos a fusilar». Hay gente de la seguridad del Estado que ha dicho a compañeros míos: «A ustedes hay orden de matarlos inclusive delante de la familia» (si Fidel se muere).-¿Planea qué va a hacer si desaparece Castro?-Te digo que ese no va a ser el factor de cambio inmediato, pero que los cubanos ante esa posibilidad se están planteando por primera vez en la vida que la posibilidad de que eso ocurra es real, y de que algún día este régimen terminará, y eso hasta ahora era un mito infranqueable. Estás colocando la muerte de Fidel como el punto de cambio instantáneo y nosotros no creemos en eso, sino en un proceso. Ahora, en respuesta a tu pregunta, de forma muy personal, yo estoy en manos de Dios. Pase lo que pase voy a seguir aquí en mi casa. No me voy a quedar sentado esperando, pero tampoco voy a salir huyendo. Si eso significa mi muerte, que lo sea.

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 09:00
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006
O LOBO E O CORDEIRO - LA FONTAINE
Le Loup et l'AgneauLa raison du plus fort est toujours la meilleure : Nous l'allons montrer tout à l'heure. Un Agneau se désaltérait Dans le courant d'une onde pure. Un Loup survient à jeun qui cherchait aventure, Et que la faim en ces lieux attirait. Qui te rend si hardi de troubler mon breuvage ? Dit cet animal plein de rage : Tu seras châtié de ta témérité. - Sire, répond l'Agneau, que votre Majesté Ne se mette pas en colère ; Mais plutôt qu'elle considère Que je me vas désaltérant Dans le courant, Plus de vingt pas au-dessous d'Elle, Et que par conséquent, en aucune façon, Je ne puis troubler sa boisson. - Tu la troubles, reprit cette bête cruelle, Et je sais que de moi tu médis l'an passé. - Comment l'aurais-je fait si je n'étais pas né ? Reprit l'Agneau, je tette encor ma mère. - Si ce n'est toi, c'est donc ton frère. - Je n'en ai point. - C'est donc quelqu'un des tiens : Car vous ne m'épargnez guère, Vous, vos bergers, et vos chiens. On me l'a dit : il faut que je me venge. Là-dessus, au fond des forêts Le Loup l'emporte, et puis le mange, Sans autre forme de procès. Versão brasileira:O LOBO E O CORDEIRONa água limpa de um regato,matava a sede um cordeiro,quando, saindo do mato,veio um lobo carniceiro.Tinha a barriga vazia,não comera o dia inteiro.- Como tu ousas sujara água que estou bebendo?- rosnou o Lobo a antegozaro almoço. - Fica sabendoque caro vais me pagar!- Senhor - falou o Cordeiro - encareço à Vossa Altezaque me desculpeis mas achoque vos enganais: bebendo,quase dez braças abaixode vós, nesta correnteza,não posso sujar-vos a água.- Não importa. Guardo mágoade ti, que ano passado,me destrataste, fingido!- Mas eu nem tinha nascido.- Pois então foi teu irmão.- Não tenho irmão, Excelência.- Chega de argumentação.Estou perdendo a paciência!- Não vos zangueis, desculpai!- Não foi teu irmão? Foi o teu paiou senão foi teu avô.Disse o Lobo carniceiro.E ao Cordeiro devorou.Onde a lei não existe, ao que parece,a razão do mais forte prevalece

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 09:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 24 de Setembro de 2006
LEMBREI-ME DO LA FONTAINE....
"A coisa mais feia que há é pedir desculpas e depois esperar que o assunto esteja resolvido, é pedir desculpas desonestamente, é querer comprar o perdão com um (ou dois, ou mil) pedidos formais de desculpa. Parece haver quem ache que o mundo deve à Igreja um agradecimento especial pelos pedidos de desculpa. Há quem choramingue que a Igreja é vítima, sim, vítima, e não algoz. Vítima porque pede desculpas e ninguém a deixa sossegada. Pois bem, tendo em conta as Cruzadas (diz que Urbano II em 1096 também disse umas marotices em relação ao Islão, mas sempre num espírito de amor cristão), as Guerras Religiosas, a Inquisição, o silêncio ensurdecedor perante o Holocausto, a colaboração activa com o fascismo espanhol e as abananadas ditaduras latino-americanas, tendo em conta estes e outros episódios na lista infindável de crimes da Igreja, o Vaticano pode pedir desculpas até perder o fôlego e ainda assim não chega. Se não foste tu, foi o teu pai....

tags:

publicado por João Carvalho Fernandes às 23:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


posts recentes

CHRIS GEOFFROY - A última...

BOLIVAR LUSÍADAS PROTAGON...

ANTÓNIO MEXIA - É SÓ COIN...

PROGRESSIVIDADE FISCAL

MENINAS E MENINOS DE OURO

CÂNTICO NEGRO - JOSÉ RÉGI...

ANTÓNIO COSTA, DEMITA-SE!

DESERTIFICAÇÃO...

MONUMENTO DE HOMENAGEM AO...

O ASTÉRIX QUE SE CUIDE!

Banner Publipt
arquivos

Fevereiro 2019

Junho 2018

Abril 2018

Novembro 2017

Setembro 2017

Junho 2017

Abril 2017

Março 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Agosto 2015

Abril 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Novembro 2014

Setembro 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Dezembro 2003

Novembro 2003

Outubro 2003

Setembro 2003

Agosto 2003

Julho 2003

Junho 2003

Maio 2003

Abril 2003

Março 2003

tags

todas as tags

favoritos

Dos sítios que valem a pe...

Fazer um cruzeiro: yay ou...

Hoje vou contar-vos uma h...

Boa Noite e Bom Descanso

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds